Sempre temos medo do acaso

Vivemos tempos difíceis onde qualquer acontecimento pode ser pavoroso.

O fato de ser pai pela primeira vez não foi das coisas mais fáceis que tive que passar na minha vida, o simples fato de não estar preparado que te deixa em prantos. Isso leva tempo e uma certa aceitação dos sacríficos que tem que fazer, deixar coisas de lado, é sempre uma opção e não obrigação, mais tem que levar em conta que tudo acaba sendo para um único destino.

Poderia ter se protegido de todos os meios, mais a juventude rebelde leva à tona toda a rebeldia acumulada, se acha que com você não pode acontecer, e que se exploda o mundo, mais não é bem assim que a banda toca. Todos os seus atos têm consequência e isso passa a pesar com o passar do tempo, e aceitar não é apenas uma fase da vida, tem que compreender e desse ponto em diante suas decisões de sacrifício se tonam necessárias.

Sabem compreender o momento te deixa conformado de certo modo a compreender o mundo atual. Quando a barriguinha começa a crescer, o brilho nos olhos daquela pessoa amada se tornam a calmaria na tempestade. E nesse ponto de tanto amor presente em um único ser surgiu toda minhas respostas.

Estava sendo egoísta, se parar para pensar a mãe abriu mão de tudo naquele momento, não teve ressentimento, não teve queixas, não quis mais saber de maquiagem, de roupas, de vaidade, por que naquele momento a vida dela está sendo completada sendo preenchida com algo que não poderia ser de mim. Era algo dela, só amor e mais nada.

Nesse ponto, não estava preparado para tanta complexidade em um único ato, que é o da vida.

Não estava preparado, e mesmo que isso tivesse anos de estudo, ainda não estaria, a natureza sempre trabalha pela harmonia, não controlamos e não planejamos por isso sentimos com tanto medo por não saber qual é o próximo passo, somos presos ao novo e ao diferente.

E quando tudo acontece de novo, estamos nos preparando para o segundo neném, quero estar mais próximo para sentir aquele momento que a mãe tanto presa, quero estar do lado sentindo os fluidos de amor e paixão que está sendo gerado, e estar preparado para cada momento de alegria e de felicidade com as pessoas mais maravilhosa que tenho na vida.

E o medo? É apenas um companheiro nas nossas vidas. Enquanto existir amor, existirá duvidas, medos, inseguranças e tudo que for possível, pelo simples fato de amarmos.

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Como é a reação do irmão mais velho?

Acredito que o Davi com seus três anos e dois meses, ainda não entende como é ter um irmãozinho (a). Porém, tenho por mim que é obrigação da minha família de resolver esse tipo de situação, pois ele sim, vai querer atenção e de forma automática com toda a preocupação de uma gravidez, isso vai passar despercebido. Ele é muito ativo, serelepe e pimpolho, muito inteligente, mais extremamente teimoso.

Quando começar a ser mais visível, de mais entendimento de que sua mãe carrega um bebê, e o cansaço e o dia-a-dia, vão fazer querer mais atenção que o normal.

Vejo sempre que ele quer, toda hora, todo dia, mais como será que vai ser? No início vai ter ciúmes?

No começo tudo vai ser novo, e acredito que temos que trabalhar isso de maneira igualitária e independente do estado físico e psicológico, estamos nos preparando para não ser injusto ou cometer algo que posso afetar o Davizão de alguma forma.

Ciúmes, claro que vai ter, é um ser novo na sua vida, dividindo tudo que tem, para nós, pais, o amor é dobrado sempre e todos os dias, com uma função de Fibonacci, mais é apenas uma criança, isso vem com o tempo e a vida.

Mais independente de como será, tenho que estar preparado, para a mamãe, o filho mais velho e o novo, pode cedo para pensar nisso mais quando vê, já não temos mais estrutura para aguentar o ser humano é falho em não planejar algo obvio, e como amo minha família, de fato tem que ter essa visão, esse consentimento e trabalhar de modo conciso para que tudo possa ser da melhor forma possível, por todos nós.

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , | Leave a comment

Apresentação.

Bom, estamos grávidos de novamente!

Sempre tive a intenção de criar um blog, relatar atividades do dia-a-dia, mais não tenho conteúdo para isso.

Quando minha esposa engravidou pela primeira vez, achei que isso seria uma bela oportunidade, para fazer uma das coisas que mais gosto, escrever, mais não prosseguiu, sendo pai de primeira viagem, acaba tudo sendo novo, nem sempre é como planejado, e algumas coisas que queria fazer acaba passando, e ficando engavetado, mais de três anos se passaram, junto a isso, a maturidade acabou aparecendo, no momento certo, nossa segunda gravides (falo nossa, porque sou/quero ser presente a todo momento) posso ter mais experiencia e mais destreza pra seguir em frente.

Como sempre, nada é planejado, tudo acontece no tempo certo, posso lembrar que a alguns dias ela me disse, “ – Vou marcar o médico pra tomar minha injeção…” – mais não deu tempo, e tive o prazer de ter a notícia que que seria pai novamente.

Diferente da primeira vez, que a ficha demorou para cair nessa parte da vida tudo flui mais natural, tudo é lindo, e fazer acontecer de novo é mais humano. Passar longos meses esperando e acompanhando cada momento é algo mágico. Ter o discernimento de saber que não pode prever o futuro, que os eventos são aleatórios e espontâneos assim como a vida nos proporciona.

Mais acredito estar mais preparado, ansioso, eufórico, pois vivemos dias difíceis, sendo de classe baixa acaba sendo tudo muito mais delicado, e assim segue nossa família.

 

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , | Leave a comment